Apresentação do Projeto do Noviciado Europeu

 

No passado dia 8 de abril, segunda-feira, teve lugar em Roma,na sede da Cúria Geral, durante a reunião da Região Europa, a apresentação doprojeto do noviciado europeu a todos os Superiores Provinciais da Europa.

A comunidade de formação do Noviciado Europeu,constituída pelos Irmãos Luís Marzo (Espanha), Mestre de noviços, Ângelo Sala(Itália), Tymoteus Holozubiec (Polónia) e Damian Horvath (Hungria), acompanhadospelo Ir. Benigno Ramos (anterior responsável pela área da Formação na CúriaGeral), tem-se reunido regularmente desde outubro de 2018 até agora paraelaborar o projeto de vida comunitária, o projeto de formação do Noviciado eplanificar alguns aspetos económicos e práticos tendo em vista a abertura da Casaonde funcionará o Noviciado, que ficará situado na cidade de Brescia, em Itália.

A formação é um dos pilares fundamentais sobre o qual sealicerça a nossa vida de Irmãos de S. João de Deus. É o meio mais eficaz para seatingir o desenvolvimento pessoal, responder às exigências da vida religiosaatual, assumir a identidade da Ordem e fortalecer a nossa identidade hospitaleira.

Estamos também convictos de que esta Casa de formaçãointerprovincial será uma oportunidade para acolher a pluralidade e a riquezados estilos de vida religiosa das diferentes Províncias da Europa. Queremos queseja um projeto sólido e, ao mesmo tempo, flexível, que tenha em conta asnecessidades pessoais dos candidatos, a fim de os ajudar a discernir efortalecer a sua vocação.

Não nos alheamos dos desafios decorrentes deste projeto, nomeadamentea questão da língua ou as diferentes culturas. Para os enfrentar e resolver,julgamos que uma preparação adequada dos formandos e a aprendizagem da língualocal irão facilitar uma inclusão mais abrangente e uma melhor assimilação dosconteúdos programáticos e da dinâmica do grupo.

Os jovens formados neste ambiente interprovincial poderãodepois mais facilmente compartilhar e trabalhar com os Irmãos de outras Provínciase isso ajudará a fazer um discernimento comum da Ordem, na Europa perante ofuturo, e não apenas a nível provincial.

O sucesso deste projeto depende do apoio dos governos das Províncias, daqualidade e continuidade dos programas, da confiança nos formadores e de um adequadoacompanhamento individualizado das pessoas. Pensamos que o Noviciado europeu serácapaz de transmitir um sentido mais universal e intercultural da formação naOrdem.



 

Copyright © 2019 Fatebenefratelli