Beato José Olallo

Celebração do bicentenário do seu nascimento (1820-2020)

  Modelo de Santidade para uma Hospitalidaderenovada 


Dia da sua Festa: 12 de fevereiro

 

José Olallo, um religioso exemplar

O Beato José Olallo Valdés foi um religioso da Ordem de S. João de Deus,vigilante e perseverante. O Senhor encontrou-o no seu lugar, atento a cuidardos enfermos; por isso, apelidou-o de servo "bom e fiel" e abriu-lheas portas do paraíso. A Igreja proclamou publicamente a sua santidade em 29 denovembro de 2008 e convida-nos a imitá-lo.

Nós, os Irmãos de S. João de Deus, e a Igreja de Cuba, especialmente todo opovo de Camagüey, fomos enriquecidos com muitos dons, entre os quais o dasantidade do P. Olallo que se manifestou na hospitalidade (cf. 1cor 1, 3-9). Damosgraças a Deus por este grande dom, aqui, nesta cidade de Camagüey, onde o padreOlallo viveu e testemunhou o amor misericordioso do Senhor.

 

Testemunhos.

Após a suamorte, inúmeras testemunhas declararam a santidade do padre Olallo utilizandoexpressões como estas:

 

“apresentou-sesozinho, sem nome, à porta do hospício; no momento da sua morte é aclamado: paidos pobres”;

durantemuito tempo foi a alma do hospital;

passoua sua vida ajudando os doentes: com uma mão dava o pão, com a outra dava o espírito;

uma memória sempre viva.

 

Durante 54 anos dedicou-se a um serviço constante e generoso aos pobres edoentes. A sua atividade na enfermaria foi sempre acompanhada por um grandezelo pelo cuidado integral da pessoa e por uma espiritualidade humilde ecordial.

Ele morreu admirado e chorado por todos, no dia 7 de março de 1889. O seufuneral foi o sinal de aclamação de um santo que entrava no céu.

O Papa Bento XVI, no dia 16 de dezembro de 2006, declarou que o servo deDeus exerceu heroicamente as virtudes teologais, cardeais e conexas. E, a 29 denovembro de 2008, na cidade de Camagüey, proclamou-o Beato.

 

Ele viveu o evangelho da misericórdia.

O Beato Olallo Valdés é um dom, um exemplo, um modelo próximo no trabalho hospitaleiro.O Beato Olallo é um daqueles santos normais que nos mostram que a santidade nãoé um luxo, um privilégio de poucos e que pode ser alcançada pelo caminho comum,fazendo de modo extraordinário as coisas ordinárias.

O Beato Olallo descreveu-nos com a sua vida belas páginas do Evangelho: a misericórdia,a hospitalidade, o serviço aos doentes, as obras de caridade – dar de comer, debeber, visitar os doentes, curar, amar… isto é, o capítulo das Bem-aventuranças(Mt 5); o capítulo do Bom samaritano (Lc 10); o capítulo do Juízo final: vem,servo bom e fiel, entra no gozo do teu Senhor, porque tive fome edestes-me de comer, tive sede e destes-me de beber, estive doente e fostes-mevisitar... (Mt 25).

O Beato Olallo faz parte do "maravilhoso jardim" da santidade daIgreja, um orgulho para nós, hospitaleiros, porque a sua vida, o seu exemplo namaneira de viver a sua consagração, a sua maneira de estar com os doentes nosmomentos de dificuldade, de crise, de mudança, deveria ser para nós como umanova primavera neste momento social e eclesial que temos que viver.

 

Chamados para sermos santos

Deixemo-nos atrair pela maneira sobrenatural de exercer a hospitalidade numasituação difícil, como fez o Beato Olallo; deixemo-nos atrair pelo encanto dasantidade, que é tarefa de todos. Somos todos chamados a ser santos, a fazerparte do arco-íris dos santos, onde cada um brilha com a sua luz diversa,refletindo a luz da santidade de Deus. O raio de luz do nosso Beato chama-secaridade, hospitalidade: é uma luz forte e privilegiada no arco-íris dasantidade.

Eis aqui, portanto, o nosso projeto de vida – sermos santos. Avante! Vamos àUniversidade do Espírito Santo, onde aprenderemos o que é essencial para nostornarmos santos. Vamos à escola dos santos, à escola do nosso Irmão-beatoOlallo: encontraremos nele um modelo, um exemplo próximo. Não deixemos issopara amanhã. É agora que passa diante de nós o comboio da santidade; entremosna carruagem da hospitalidade. Entremos! Ele levar-nos-á a um bom destino.


+ José L. REDRADO, O.H.



 

Copyright © 2020 Fatebenefratelli